Home / CELEBRIDADES / Luan Frank é o novo rosto paraense nas telinhas brasileiras

Luan Frank é o novo rosto paraense nas telinhas brasileiras

Já atuou em duas produções da Globo

Luan Frank. Foto: Divulgação

Com apenas 19 aninhos, um paraense de Tucurui, sudeste do estado anda fazendo sucesso nas telinhas brasileiras. Luan Franca da Costa, cujo nome artístico Luan Frank, filho do paraense Jurandir Seabra da Costa e da  mineira Marilene Franca da Costa é o novo rosto da dramaturgia do nosso país. Ele conversou com o nosso site e revelou o começo difícil e as conquistas que vem adquirindo ao longo dos anos.

1-Como foi à infância e a adolescência?

Minha infância foi maravilhosa,  muito alegre, divertida, com bastantes brincadeiras de rua e com muitos amigos. Já a adolescência entre os 12 e 15 anos sofri um pouco de preconceito por ser gordo, mas graças à autoestima elevada, não me deixava abalar, E acho até que esse preconceito me deu forças para emagrecer e começar a carreira de modelo aos 16 anos.

2-Como surgiu o interesse pela arte?

Aos 16 anos comecei a carreira de modelo em minha cidade fazendo pequenos trabalhos, como desfiles e comerciais. Muitas vezes sem pagamentos, apenas pelo aprendizado. Além de modelar também participava de um grupo de dança da cidade, chamado “Frutos da Terra”.

No começo recebi muitos comentários maldosos do tipo “Você é só um rostinho bonito; você não tem talento; não vai conseguir; desista; não tem futuro. 

Depois de muitos erros e acertos fui me aperfeiçoando e comecei a viajar pelas cidades vizinhas fazendo alguns trabalhos. Inclusive, Belém.

3-Você ainda é muito novo, como foi o incentivo da sua família para seguir essa carreira?

Meus pais sempre me incentivaram aos estudos, tinham medo que acontecesse algo de ruim comigo. Para eles, a carreira artística poderia ser uma perda de tempo. Mas eu nunca quis seguir o padrão imposto pela sociedade de “crescer, estudar, formar, casar, ter filhos…”. Sempre pensei diferente: quero crescer e ser muito mais que isso. Amo trabalhar com arte e quero ser reconhecido pelo meu trabalho.

4-Você começou a carreira como modelo. Me fale dos seus trabalhos? 

Cheguei a Belém com 18 anos. Para mim tudo era novo, nunca havia ido à capital. Fechei contrato com a Bugaloo, uma das maiores agência de modelos da região e comecei a fazer vários trabalhos. Na ocasião fui mandado pela agência para fazer um curso rápido de produção em Salvador, Bahia.  Passei atuar a partir daí como modelo e produtor. Neste período realizei um grande sonho, que foi produzir um desfile e ao mesmo tempo desfilar no Pará Fashion Week, maior evento de moda paraense. Foi incrível! Após, começaram a surgir convites para mais e mais eventos, então percebi que havia conquistado meu espaço no Pará e que deveria expandir meu trabalho para outras regiões. Foi quando decidir correr atrás de mais sonhos no Rio de Janeiro, desta vez tentar a televisão.

5- Você atuou em duas produções da Globo: “Malhação: Pro dia nascer feliz”, e   “Tempo de Amar”, onde ganhou destaque como um andrógeno. Como foram esses trabalhos?

Depois de três dias na cidade tentando achar uma maneira de entrar no PROJAC, conseguir contato com uma agência de figuração que me chamou para fazer parte da equipe de figuração da “Malhação- Pro dia nascer feliz”! Fiz  figuração como ” Gringo no Hostel “.

Após oito meses começaram as gravações da novela “Tempo de Amar”, onde também comecei a fazer figuração. Nos primeiros capítulos da novela fui escalado para fazer figuração, a cena era de uma valsa. Mas os bailarinos que iriam dançar faltaram, e perguntaram se alguém ali sabia dançar, eu disse que sabia e fui pegando na mão da minha amiga e começamos a dança. No final, o diretor elogiou o nosso empenho e pediu para que ficássemos fixos na novela. Meu coração foi a mil.

Já atuando tanto na figuração como na parte técnica da novela, o diretor Jaime Monjardim me convidou para um teste, onde iria escolher um andrógeno para atuar na Maison Dorré – Bordel da madame Lucerne – vivida pela atriz Regina Duarte. Passei no teste, e nomeado pela própria atriz como “Jean”, o barman andrógeno. Ao decorrer da novela o personagem foi ganhando destaque e deixou de ser apenas um figurante e ganhou falas. Foi um trabalho lindo.

6- O que podemos esperar de Luan neste 2018?

Olha, posso dizer que está vindo muita coisa boa por aí: projetos bem maiores. Graças a Deus! Assim que estiver pronto eu compartilho com vocês. Podem esperar de mim bons trabalhos com muito amor e alegria. Quero deixar uma dica pra quem quer seguir a carreira no meio artístico “Você é o que você quiser ser, o segredo é não desistir”.

Confira alguns registros do trabalho de Luan

Luan em trabalhos publicitários. Foto: Divulgação

Luan e atriz Maria Eduarda. Foto: Divulgação

Luan em trabalhos publicitários. Foto: Divulgação

Luan ao lado das atrizes Maria Eduarda e Regina Duarte na novela Tempo de Amar. Foto: Divulgação

Autor admin

Além disso, verifique

Ed Saraiva Jr lança o livro Jardins para Borboletas Mórbidas

A obra é inspirada em contos de fada Relacionado

Deixe uma resposta