Home / DA HORA / Felix Robatto, Pinduca e cia participam de festival de verão

Felix Robatto, Pinduca e cia participam de festival de verão

1499566221589022

Apresentações de renomados artistas da região. Foto: Divulgação

Para quem fica na capital paraense durante as férias escolares uma alternativa de divertimento é o Festival Latinidade, a ocorrer entre 11 a 13, ao ar livre e com entrada franca, na Estação das Docas, centro de Belém. A programação conta com apresentações de renomados artistas da região, dentre os quais, Felix Robatto, Pinduca, Bruno Benitez, Nego Nelson e Edvaldo Souza.

Saiba mais:

Blue - Sibely Nunes

Edvaldo Souza é o DJ Azul, também produtor cultural e curioso da música paraense, idealizador do blog MúsicaParaense.Org que promove o resgate, divulgação de obras de artistas da música paraenses. Há mais de cinco anos, vem fazendo discotecagens, integrando atualmente o duo de DJs Los Picoteros, calçado na musica latina e africana. Então nos três dias de festival, quem chegar cedo já sabe que poderá contar com ele.

Felix Robatto

Felix Robatto por Bruno Carachesti 2

Na terça-feira, dia 11, o show é do guitarrista e percussionista Félix Robatto. Ele é fundador da banda La Pupuña, produtor do primeiro CD de Gaby Amarantos e do novo CD da cantora Lia Sophia. Lançou dois discos. Em 2015, “Equatorial, Quente e Úmido”, que apresenta a música latino-amazônica e “Belemgue Banguer”, em 2016, resultado de uma pesquisa sobre as origens da Lambada.

O músico faz um passeio pelo seu trabalho autoral, com músicas de seus dois discos e composições do grupo La Pupuña. Para abrilhantar o espetáculo, Robatto convida duas musicistas da nova geração: a guitarrista Renata Beckman, que também atua na Orquestra Pau e Cordista de Carimbó, e a multi instrumentista Beá Santos, que compõem o projeto Guitarrada das Minas, o primeiro grupo de Guitarrada formado apenas por mulheres.

Pinduca

DSC_0016

Mundo Mambo

Na quarta-feira, 12 de julho, o palco do Latinidade recebe Pinduca, que dispensa maiores apresentações. Tem 38 discos gravados, em 44 anos de carreira, de 1973 a 2017, onde se inclui vinis e CDs, além do primeiro DVD, intitulado “40 Anos de sucesso do Rei do Carimbó”, gravado em junho de 2006 e o segundo, intitulado “Gente do Norte”, gravado em junho de 2013 no Portal da Amazônia.

Durante esse tempo de carreira artística, já fez shows por quase todo o Brasil e apresentações na América Latina, África e Europa. Participou de vários programas de Rádio e Televisão por todo o Brasil, Europa e América latina. Produziu e dirigiu diversos cantores e cantoras do Estado do Pará, Amazonas e Nordeste, entre eles: Ted Max, Mauro Cotta, Francis Dalva, Alípio Martins, Carlos Santos, Beto Barbosa, Mário Gonçalves e outros.

12009683_831401693634437_692730772481231062_n

O Festival Latinidade encerra com a apresentação do Mundo Mambo, que vai receber no palco, o violonista Nego Nelson.  O grupo une o contexto histórico-geográfico paraense a sua musicalidade, criando assim a identidade latino-brasileira na região, que se manifestou principalmente através dos trabalhos de grandes músicos e bandas, como Pinduca, banda Warilou, Fruta Quente, Banda Nova, Beto Barbosa, e tantos outros que usaram elementos da musicalidade caribenha em seus LPs e CDs.

O grupo Mundo Mambo explora tanto a salsa tradicional, quanto as fusões com ritmos paraenses, através da releitura da obra dos compositores amazônicos. Já gravou 2 CDs, alternando um trabalho autoral com regravações de clássicos latino americanos, se firmando como referência em música latina, latin Jazz e suas vertentes no norte do Brasil.

O grupo é formada pelo músico Bruno Benitez: Percussão, guitarra e voz; Josibias Ribeiro: Trombone; Harley Bichara: Sax e flauta; Daniel Delatuche: trompete; Bruno Mendes: percussão; Daví Benitez: piano e Beto Taynara: Contrabaixo.

Fotos: Divulgação

Autor admin

Além disso, verifique

Yasmim Engelke concorre à coroa de Miss Earth nas Filipinas

A modelo é a segunda paraense a representar o Brasil neste concurso Relacionado

Deixe uma resposta