Home / ENTRETENIMENTO / Fafá de Belém revela o preconceito que enfrentou por ser cantora do norte

Fafá de Belém revela o preconceito que enfrentou por ser cantora do norte

Em mais de 40 anos de carreira e consolidada como uma das cantoras mais importantes do Brasil, a cantora Fafá de Belém é uma das atrações do Rock in Rio 2019, ao lado dos paraenses Dona Onete, Gaby Amarantos, Lucas Estrela e Jaloo em um palco dedicado todinho a música do Pará.

Em entrevista ao G1, portal de noticias da Globo, revelou que inúmeros foram os preconceitos enfrentados no inicio da carreira por trabalhar com a música da Amazônia: “Quando cheguei, era uma menina e tudo era muito complicado. Minha entrada foi pelo sorriso. Sofri menos bullying por ser mulher que por ser do Norte. Naquela época, o Brasil acabava no princípio do Nordeste”.

Hoje, ela caminha ao lado de uma nova geração de artistas que redefiniram os sons paraenses, incluindo novas referências, sem tirar os pés do chão. Mas ainda vê a produção do estado à margem do pop brasileiro: “Estamos chegando numa cena ‘indie’ [alternativa], mais moderna. Mas o Pará ainda está fora de uma rota óbvia, do buchicho.”

Na opinião dela, um próximo passo para o reconhecimento será dado em 3 de outubro, quando a música paraense estará no centro de um dos encontros do palco Sunset, do Rock in Rio.

Autor admin

Avatar

Além disso, verifique

Daniel Adégas investe em um novo ritmo musical: o pizeiro paraense. Saiba o que é!

Relacionado

Deixe uma resposta