Home / DA HORA / Alba Maria interpreta Chico Buarque e fala das facetas da mulher

Alba Maria interpreta Chico Buarque e fala das facetas da mulher

 

A cantora paraense comemora 10 anos do espetáculo originado na França 

 

ALBA
Alba divide o palco com o pianista Paulo José Campos de Melo e os cantores Gigi Furtado, Jade Guilhon, João da Hora e Olivar Barreto. Foto: Divulgação

Dos festivais franceses, das noites paraenses, da voz suave e potente, do carisma encantador que embala por décadas inúmeros corações apaixonados. Esses são alguns dos adjetivos atribuídos ao perfil de Alba Maria.  A cantora se apresenta com o show Retrato em Branco e Preto- O universo Feminino de Chico Buarque, nesta quinta-feira, 11 de agosto no Teatro Gasômetro, Parque da Residência em Belém.

O repertório é o resgate do projeto de grande sucesso iniciado em 2006, quando residia em Paris, França.  A ocasião comemora também os 10 anos do espetáculo e marca o retorno da cantora ao Brasil e os seus 50 anos de idade.  Será recheado de emoção, afirma a cantora, “este espetáculo foi feito com muito carinho e dedicação, mas uma vez será repleto de grandes interpretações e fortes emoções. O roteiro foi construído especialmente para falar das facetas da mulher, seus amores, angustias, prazeres, anseios, perdas e é claro da esperança e da força de ser mulher e se reinventar”. O repertório foi constituído de musicas do cantor e compositor Chico Buarque e contará com as participações de grandes nomes da música paraense, entre outros, o pianista Paulo José Campos de Melo e os cantores Gigi Furtado, Jade Guilhon, João da Hora e Olivar Barreto.

alba
A cantora comemora 10 anos de seu retorno ao Brasil e 50 de idade. Foto: Divulgação

 

Talentos de gerações

 De família de músicos, o pai, seu Ayres Matos e os tios Tadeu e Chico Sena, responsáveis por canções como ‘Flor do Grão Pará’ e ‘Rastro de Saudade’ foram os principais influenciadores da cantora. Embora as inúmeras canjas nos eventos familiares, foi em 1984, que se profissionalizou cantando nas noites paraenses ao lado de renomados músicos, nos quais  Guilherme Coutinho, Nego Nélson e Zé Luiz Maneschy. Antes de residir na Itália onde formou-se em Letras e Artes, integrou a banda oficial dos bailes da Assembléia Paraense e do Conjunto Megasom.

Aos prêmios

Foi vencedora por duas vezes do Festival MUSICANTA (Trieste/Itália), como Melhor Intérprete e Melhor Performance e obteve o segundo lugar no Festival I CERCATORI DI PERLE, realizado pela RAI (Rádio e Televisão Italiana). No Brasil, foi vencedora de vários festivais entre outros o  FECAM – FESTIVAL DA CANÇÃO DE MARABÁ/1995, obtendo os prêmios de Melhor Música, Melhor Intérprete, Melhor Arranjo e Melhor Letra, com a composição ARISCO, do paraense Pedro Callado.   EM 2012 lançou o primeiro CD solo, intitulado  Simplesmente Vital, trabalho embasado na obra do compositor Vital Lima.  

Serviço

 O show acontece no Teatro Gasômetro no dia 11 de agosto. Ingressos na Loja Ná Figueiredo, na Avenida Gentil Bitencourt, bairro de Nazaré e na bilheteria do Teatro Gasômetro, na Avenida Magalhães Barata, no bairro de São Brás. Informações: 98153-3842.

Assista, Alba Maria interpretando a canção ‘Simplesmente Vital’ 

Por Silvano Viana 

 

Autor admin

Além disso, verifique

Ximbinha lança o primeiro CD com a Banda X

Relacionado

1 Comentário

Deixe uma resposta