Home / DA HORA / Acromelody: Jhonny Zurck e Khrys Dancer gravam o primeiro clipe, em Parauaepebas.

Acromelody: Jhonny Zurck e Khrys Dancer gravam o primeiro clipe, em Parauaepebas.

Os dançarinos misturam tecnomelody e acrobacias

 

Com as equipes de tecnomelody. Foto: divulgação
Com as equipes de tecnomelody. Foto: divulgação
Tudo começou em Mosqueiro. Foto: divulgação
Jhonny Zurck. Foto: divulgação

Faltam poucos detalhes para o lançamento do clipe ‘Flash Mob’, da dupla Jhonny Zurck e Khrys Dancer, gravado em Parauapebas, no sudeste do Pará, com a participação de equipes de tecnomelody parauapebense, entre outras, ‘os atrevidos do melody’ e ‘melodia’.

A escolha do município, segundo Jhonny, foi devido à grande concentração de equipes (grupo organizado  de fãs de aparelhagens e do ritmo tecnomeldy) e a receptividade dos moradores da cidade, após as passagens da dupla nas diversas apresentações.

O lançamento deve acontecer no youtube e nas mídias sociais da dupla.

 

A dupla ganhou notoriedade em grande parte do Brasil. Foto: divulgação
A dupla ganhou notoriedade na internet. Foto: divulgação

Há cerca de um ano e meio, o Acro melody, estilo de dança que combina passos rápidos do tecnomeloy, um dos ritmos do estado do Pará, com precisão de elementos acrobáticos tem sido defendido pelos dançarinos paraenses. Sem técnicas circenses, a modalidade entrou na vida da dupla por um acaso. Tudo começou com vídeo gravado no celular, que viralizou na internet: “o Crys  tinha um passos para me ensinar, então resolvemos gravar. Ele postou no facebook pessoal, em menos de vinte minutos mais de 5 mil e 500 visualizações. Uma semana depois a produção do programa do Silvio Santos entrou em contato para nos levar para São Paulo. A nossa dança não tinha nome, eles optaram por colocar dança de Soleil, devido as acrobacias parecidas com a Cirque du Soleil.  Não satisfeito reunimos com o amigos em Belém e decidimos por Acromelody”.

De lá para cá, a dupla participou de programas nacionais, como  os programas “Eliana”, “Esquenta” e ” Ratinho”. No ano passado participou do DVD da cantora Viviane Batidão: “agente ficou muito feliz, muito honrado e lisonjeado de receber o convite. Como todo o artista ajudou na divulgação da nossa imagem e na a repercussão do DVD”, contou Jhonny.

Veja:

 

Quem são

O ritmo se originou na periferia de Belém. Foto: divulgação
Khrys Dancer. Foto: divulgação

Quem assiste as inúmeras apresentações da dupla, tanto em programas nacionais, quanto em shows não imagina o longo percurso que seguiram até chegar à fama, um caminho cheio preconceito, luta e perseverança. Da cidade de Garrafão do Norte, há cerca de 240 quilômetros da capital: Jhonny; ainda pequeno foi tentar a vida na cidade de Castanhal, no nordeste do Pará, mas o destino reservou a cidade de Belém, para onde se mudou com os pais aos seis anos de idade. Chefiou o balé de várias bandas de tecnomelody. Da Rodovia Arthur Bernardes, tida como uma das mais violentas de Belém: Khrys; desde muito bem novo almejava dançar em bandas regionais, devido à estatura física: magra e baixa e por ser homossexual assumido, nunca o foi aceito em bandas.

 

 Veja o vídeo que tornou a dupla conhecida:

 

 

Autor admin

Além disso, verifique

Yasmim Engelke concorre à coroa de Miss Earth nas Filipinas

A modelo é a segunda paraense a representar o Brasil neste concurso Relacionado

Deixe uma resposta